A terceira explicação de saúde

Uma terceira descrição de saúde não podes simplesmente parar de reduzir os riscos de numerosas doenças ou eliminá -las. Bem como tem que adicionar pessoas e as escalas de valores que atribuem à saúde. Um grande valor pago à saúde impulsiona as pessoas a buscar tratamento e prevenir doenças. Assim, é capital promover a saúde, reduzindo os riscos de doenças. Esse artigo tem como intuito acentuar outras das inúmeras dimensões da saúde. Também discutirá o papel da saúde pública e a ciência comportamental da saúde.

Saúde como um estado de bem-estar físico, mental e social completo

Que define a saúde como “um estado de bem-estar físico, mental e social completo”. É diferenciado do conceito amplamente utilizado de saúde como carência de doença e enfermidade. Além de serem livres de doenças, as pessoas também precisam ser emocionalmente saudáveis ​​para serem consideradas saudáveis. Mas, essa definição de saúde não é universalmente aplicável. Durante o tempo que algumas condições de saúde são geneticamente herdadas, outros são capazes de ser desencadeados por fatores ambientais.

Doença como uma grandeza da subsistência

Existe uma relação curioso entre doenças e o relacionamento do homem com Deus. A doença que experimentamos pode ser um reflexo de uma desarmonia interna superior, que influencia nosso sistema imunológico e nossos genes. A despeito de a própria doença seja um sintoma deste desequilíbrio interno, bem como é uma manifestação de uma atuação pecaminosa. Entretanto, queremos não estar cientes da conexão entre doenças e responsabilidade pessoal. Vamos observar ainda mais esse relacionamento.

Saúde pública como uma ciência social comportamental

A integração de ciências comportamentais e sociais à saúde pública examina as aplicações comunitárias para os principais problemas de saúde pública. A saúde pública é uma disciplina multifacetada e o controle de doenças é um estímulo. Bem que os avanços científicos no campo ofereçam o potencial de precaver doenças e prevenir dificuldades de saúde, o jeito humano continua sendo um determinante essencial da saúde. As ciências sociais comportamentais são capazes de nos ajudar a entender como as pessoas se comportam e impedem doenças. O livro dos autores desafia os especialistas em saúde pública a introduzir teu trabalho e botar princípios de ciências comportamentais e sociais à saúde pública.

Efeitos do posicionamento individual pela saúde

Existem muitos modelos diferentes que explicam como os comportamentos de saúde são capazes de influenciar os resultados da saúde. O padrão mais utilizado é a teoria cognitiva social, que avalia a credibilidade de diferentes determinantes na saúde. Como por exemplo, os indivíduos podem estar mais inclinados a se exercitar quando se sentem mais confiantes. Do mesmo modo, aqueles que se orgulham de comer alimentos saudáveis ​​podem ter menos perspectiva de pular cheques e testes médicos. A suposição sugere que fatores cognitivos e afetivos sugestionam os comportamentos de saúde.

Choque da genética na saúde

Um estudo recente descobriu que mais atenção aos determinantes genéticos da saúde não leva obrigatoriamente a atitudes públicas negativas. É possível que mais atenção à genética possa ser útil, mobilizando sentimentos altruístas e reduzindo a desaprovação pública das desigualdades de saúde. Porém, também existem preocupações sobre isso as implicações da busca genética para a injustiça social, incluindo a suposição de diferenciação e estigmatização de pessoas que têm uma condição geneticamente desfavorecida. Acabei de me lembrar de outro web site que assim como podes ser proveitoso, leia mais informações nesse outro postagem teste para alergia gratuito, é um excelente blog, creio que irá adorar.

Ótimas dicas relacionadas aos assuntos deste artigo, você podes amar de:

Vocę pode olhar aqui

simplesmente clique no seguinte site da internet